No Dia Mundial do Ambiente, 5 de Junho, a AgdA o Município de Vidigueira e a APA/ARH Alentejo tornam pública a assinatura de um protocolo de colaboração para reutilização de águas residuais tratadas, que contribuirá para a resolução das lacunas atuais de regulamentação.

 

Com o objetivo de contribuir para a boa gestão dos recursos hídricos na região, a AgdA em conjunto com o Município de Vidigueira pretendem desenvolver um projeto piloto com vista à divulgação do potencial da reutilização de água residual para rega junto de outros possíveis utilizadores. Esta água, proveniente da Estação de Tratamento de Águas Residuais (ETAR) de Vidigueira, permitirá a redução de cerca de 30 000 m3/ano do volume de água subterrânea captada pelo Município para rega.

A reutilização de água residual tratada deve ser encarada como uma alternativa à água natural no que respeita à rega e pode ser vista como fonte de nutrientes para as plantas, como nitratos e fósforo, reduzindo a necessidade de recorrer a fertilizantes comerciais, mas sempre acautelando a proteção da saúde pública, do ambiente e dos recursos hídricos.

Desta forma, fica disponível água natural de melhor qualidade para usos mais exigentes como é o caso do consumo humano. Esta preocupação ganha especial relevo quando se enfrentam situações de escassez e de seca como as que regularmente se vivem em Portugal e em especial no Alentejo e que se acentuarão no futuro de acordo com os cenários de alterações climáticas que se conhecem.

poseur logo portugal2020 logo UE logo