Início do Site      Contactos      Mapa do Site

Bem-vindo

Aqui poderá encontrar a informação mais completa e atualizada sobre a AgdA - Águas Públicas do Alentejo, S.A., e sobre o Sistema de Abastecimento e Saneamento que a mesma gere e explora.

Últimas Notícias

Aguas Públicas do Alentejo assegura o tratamento de águas residuais em Lavre, Montemor-o-Novo

Com a entrada em funcionamento da Estação de Tratamento de Águas Residuais (ETAR) de Lavre a AgdA - Águas Públicas do Alentejo, SA vai assegurar o tratamento dos esgotos produzidos nesta localidade, os quais eram até agora descarregados no Ribeiro do Vale de Sismarros sem qualquer tratamento.

Esta ETAR assegura o tratamento dos esgotos através de leitos de macrófitas, sistema de tratamento de águas residuais que se tem revelado uma tecnologia adequada ao tratamento sustentável de efluentes domésticos em pequenos aglomerados populacionais, face aos seus baixos custos de instalação, manutenção e consumo energético.

A AgdA - Águas Públicas do Alentejo, SA congratula-se por desta forma, contribuir para a melhoria da qualidade de vida desta população e para a preservação da qualidade das massas de água e do meio ambiente, através de um investimento de 388 mil euros.IMG 20161108 083322

 

AgdA investe 3.8 milhões de euros no Sistema de Saneamento de Águas Residuais de Montemor-o-Novo

A Agda – Águas Públicas do Alentejo, SA acaba de adjudicar a empreitada de construção de uma nova ETAR que, em conjunto com um sistema intercetor de esgotos, irá permitir tratar as águas residuais geradas pela população e indústrias da cidade de Montemor-o-Novo e simultaneamente resolver um processo de contencioso comunitário que se arrasta há anos.

A nova ETAR que será construída a noroeste da cidade de Montemor-o-Novo, com um prazo de execução de 370 dias, representa um investimento de € 2.066.000 e irá permitir, através de um sistema de lamas ativadas em vala de oxidação, realizar o tratamento das águas residuais produzidas na cidade de Montemor-o-Novo, até agora encaminhadas para a ETAR de S. Pedro.

A construção desta empreitada foi adjudicada ao consórcio TECNOREM Engenharia e Construções SA/ INOVAQUA Engenharia e Ambiente Lda. e será cofinanciada a 85% pelo POSEUR (Programa Operacional de Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos).

Paralelamente será necessário construir um sistema intercetor, com 7.5 km de extensão, que permitirá transportar os esgotos que chegam atualmente à ETAR de S. Pedro (que será desativada) para a nova ETAR de Montemor-o-Novo. Com um orçamento de €1.800.000 esta segunda empreitada, que ainda se encontra a concurso, tem um prazo de execução de 240 dias.

A AgdA congratula-se por desta forma, contribuir para a melhoria da qualidade de vida desta população assim como para a preservação das massas de água e do meio ambiente. Recorda-se que a atual ETAR de S. Pedro se encontra em processo de contencioso comunitário por incumprimento da Diretiva de Águas Residuais Urbanas.

 

Newsletter

Receba as nossas notícias no seu email, subscrevendo a
nossa newsletter.

DSC02545

CC