Início do Site      Contactos      Mapa do Site

“No cano, lixo não!”

Versão para impressão PDF

A presença no esgoto doméstico de quantidades significativas de resíduos, como sejam toalhitas, fraldas, cotonetes, cabelos, sopa ou óleo, gera entupimentos nas redes de transporte das águas residuais até às ETAR, contribui para a degradação das infraestruturas e dificulta os próprios processos de tratamento de águas residuais, que são essenciais para garantir uma devolução ambientalmente correta dos efluentes.

A campanha “No Cano, Lixo Não!” tem por objetivo dar informação sobre os problemas causados pela colocação indevida de resíduos no esgoto, nomeadamente os entupimentos da rede e a dificuldade dos próprios processos de tratamento das águas residuais. 

Veja aqui alguns exemplos de resíduos que não deve colocar no esgoto:

  • RESTOS DE COMIDA E ÓLEOS

As gorduras não se dissolvem e são muito difíceis de eliminar porque ficam coladas aos canos, provocando a sua deterioração e originando maus cheiros. Restos de sopa, óleo e azeite devem ser acondicionados em recipientes vazios, bem fechados e depositados nos pontos de recolha adequados ou deitados no caixote do lixo.

  • MEDICAMENTOS

Os medicamentos contêm compostos que se libertam na Água pelo que, ao serem deitados na sanita, vão dificultar os processos de tratamento das aguas residuais, podendo mesmo comprometer a qualidade do efluente tratado. Os medicamentos de que já não precisa devem ser entregues numa farmácia.

  • TOALHITAS, FRALDAS, COTONETES, CABELOS

Deitar na sanita este tipo de resíduos pode gerar, por acumulação, graves entupimentos no esgoto. Os resíduos mais pequenos, como os cabelos e cotonetes, não conseguem ser tratados nas ETAR, podendo comprometer a qualidade do efluente tratado e as linhas de água. 

Para Visualizar os folhetos clique em:

-Diptico

-Cartaz